Motivos para não ofertar açúcar nos primeiros anos de vida

A oferta excessiva de carboidratos (especialmente os simples) aumenta a predisposição ao desenvolvimento de doenças crônicas futuras como obesidade e diabetes.
Além disso, até os 2 anos de idade a criança passa por uma fase de formação do paladar, na qual ela irá começar a conhecer outros alimentos diferentes do leite e ir aprendendo sobre os outros sabores. O ser humano já nasce com o paladar mais propenso para o sabor doce.Os outros sabores precisam ser estimulados. Se o sabor doce é hiper estimulado desde o inicio, consequentemente, a criança vai querer sempre o que for mais doce e acabará tendo dificuldades para aceitar os outros sabores como a comida “salgada”, as frutas, legumes e verduras (muitas vezes este é um dos motivos pelo qual a criança passa a ficar mais SELETIVA na fase dos 2 aos 6 anos).
Desta forma, deve-se ter muita atenção ao que será ofertado às crianças nesta fase. Vale lembrar que: biscoitos (até mesmo o de maisena), farináceos para mingau, achocolatados, sucos artificiais, refrigerantes e petit suisse CONTEM AÇÚCAR!

Deixe uma resposta