Transtornos alimentares na infância e na adolescência

É cada vez maior a preocupação com o peso e a forma física entre crianças e adolescentes.

As condições socioculturais, o padrão alimentar da família e as informações veiculadas pelos meios de comunicação em massa exercem grande influência sobre o comportamento alimentar, especialmente nesta faixa etária. A ênfase dada pela mídia ao ideal de magreza pode levar crianças e adolescentes a desenvolverem uma preocupação exacerbada com o peso o que, em alguns casos, pode levar ao desenvolvimento de transtornos alimentares, como bulimia, anorexia nervosa e compulsão alimentar. Como consequência a esses distúrbios podem surgir problemas no crescimento e desenvolvimento, bem como, na capacidade de aprendizagem, problemas digestivos, fragilidade nos dentes e ossos, anemia e outras deficiências nutricionais, e problemas psicossociais. A adoção e manutenção de hábitos alimentares saudáveis desde os primeiros anos de vida tem se mostrado fundamental na prevenção de transtornos em crianças e adolescentes.

Deixe uma resposta