Alimentação no pré-treino

Quando não há a oferta adequada destes nutrientes, tende a ocorrer perda de desempenho, fadiga e surgimento de lesões. Nesse sentido, a alimentação no pré-treino deve ofertar a quantidade de energia e nutrientes adequada para a realização da atividade.

A composição e a quantidade da refeição pré-treino dependem do tempo entre a ingestão e a realização da atividade. Se a refeição for até 30 minutos antes do treino, o ideal é consumir uma pequena quantidade de alimentos ricos em carboidratos de rápida absorção, como pães, frutas (como banana) e sucos. Um pouco de proteína, como whey, também é bem vinda. Se a refeição for ocorrer de 30 minutos a 1 hora antes do treino, carboidratos (como raízes e alimentos integrais) e proteínas (como leite desnatado, queijo, clara de ovo) de absorção mais lenta podem ser priorizados. Se o exercício for ocorrer após uma refeição mais completa e volumosa como almoço ou jantar, deve-se esperar pelo menos 90 a 120 a fim de evitar desconfortos gástricos.

É importante ressaltar que manter uma alimentação equilibrada durante todo o dia e não apenas nos momentos que antecedem o treino é determinante na evolução dos treinos.

Deixe uma resposta