Alimentos in natura

Mas você sabe o que isso significa?

Os alimentos in natura são aqueles obtidos diretamente de plantas ou de animais sem que passem por qualquer alteração. Ex: carne, verduras, legumes, ovos.

Os minimamente processados são os alimentos in natura que, antes de serem adquiridos, passaram por pequenas alterações (limpeza, fracionamento, fermentação, congelamento, dentre outras) que não envolvam adição substâncias ao alimento original. Ex: feijões, cereais, trigo, milho. Diferente disso, temos os alimentos processados e ultraprocessados. Os primeiros são fabricados pela indústria com a adição de sal ou açúcar a um alimento in natura ou minimamente processado. Ex: pães, queijos, conservas, enlatados. Os ultraprocessados são produtos compostos, em sua maioria, por substâncias extraídas de alimentos. Ou seja, contém pouco ou nenhum alimento inteiro. Ex: biscoitos, salgadinhos, refrigerantes, molhos e temperos instantâneos. A identificação desses produtos é fácil: basta conferir o rótulo. Sua composição costuma ter mais de cinco ingredientes que, normalmente, tem nomes pouco familiares.

O ideal é evitar o consumo de alimentos processados, utilizando-os apenas em pequenas quantidades, como ingredientes para alguma preparação ou como parte de uma refeição baseada em alimentos in natura ou minimamente processados. Os alimentos ultraprocessados favorecem o consumo excessivo de calorias e contribuem para o desenvolvimento de doenças do coração, diabetes e câncer.

Fonte: Ministério da Saúde, Guia alimentar para a população brasileira, 2014.

Deixe uma resposta